Imagem

Imagem

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Será mesmo?

Comédias românticas prejudicam vida afetiva, diz estudo, segundo a BBC


Assistir a comédias românticas ou ler revistas femininas e masculinas pode prejudicar a vida amorosa e afetiva, afirma uma pesquisa da Heriot-Watt University, em Edimburgo, divulgada nesta quarta-feira. Segundo os cientistas do Laboratório de Relações Pessoais e de Família da universidade, os filmes e as revistas mostram situações idealizadas, distantes da realidade de seu público, criando expectativas que não serão correspondidas.A equipe liderada pelos psicólogos Bjarne Holmes e Kimberly Johnson estudou 40 das comédias românticas mais assistidas entre 1995 e 2005, além das revistas, e concluiu que elas trazem um tema comum: a idéia de uma "alma gêmea", que estamos todos predestinados a conhecer e que deveria nos conhecer instintivamente tão bem que poderiam "quase ler nossas mentes". Depois de estudar os filmes, os pesquisadores pediram a centenas de pessoas que respondessem a um questionário descrevendo suas crenças e expectativas sobre seus relacionamentos. Segundo os cientistas, os fãs de filmes como "Mensagem para você", "O Casamento dos meus sonhos" e "Enquanto você dormia" normalmente não conseguem se comunicar efetivamente com seus parceiros. Para Holmes, as conclusões podem ter implicações profundas em nossas vidas. "Terapeutas de casais vêem com freqüência casais que acreditam que os homens e as mulheres querem coisas bem diferentes de suas relações, que o sexo deve ser perfeito sempre, e que se uma pessoa foi 'feita para você', então ela vai saber o que você quer, sem que você precise comunicá-lo. Agora temos algumas evidências que sugerem que a mídia popular tem um papel em perpetuar essas idéias na mente das pessoas". Para Holmes, a pesquisa descobriu uma verdade pouco confortável: "o problema é que enquanto que a maioria de nós sabe que a idéia de um relacionamento perfeito não é realista, alguns de nós somos mais influenciados pelas imagens mostradas na mídia do que nos damos conta. "Os filmes capturam a excitação de um novo relacionamento, mas eles também sugerem, erradamente, que a confiança e o amor comprometido existem a partir do momento em que as pessoas se conhecem, enquanto que essas qualidades, normalmente, levam anos para se desenvolver", diz Kimberly Johnson.

Ih, será mesmo? E eu que gosto tanto de comédias românticas... Rrsrsrs. Vou continuar assistindo e sonhando...

Fonte: Site Terra

sábado, 6 de dezembro de 2008

Nelson Rodrigues é, sem dúvida, o maior dramaturgo brasileiro. Polêmico e vanguardista, sua contribuição é inegável; tem sido meu objeto de estudo, meu livro de cabeçeira e, cada vez mais, me surpreendo e apaixono por sua genialidade... Para vocês, deixo uma de suas sábias palavras...
“O homem não deseja uma mulher só pelo fato de ele ser homem e de ela ser mulher. Mas porque há entre ele e ela uma série de afinidades. Há uma escolha. Mas para o cachorro, na hora do cio, qualquer cachorra serve. Nada é mais absurdo do que a educação sexual. Ela só tem sentido se os alunos fossem gatos, preás, bezerros e vacas premiadas. Para o ser humano se deve dar educação para o amor. Mas falar em sexo, sem uma palavra sobre amor, é de uma mistificação e de uma burrice inomináveis”.

Nelson Rodrigues (1912-1980)

Teatro


Ontem fui ao teatro aqui na universidade, assisti à montagem do musical "O fantasma da ópera".
Foi maravilhoso, a história é muito linda, já conhecia as músicas, mas ver tudo nesse contexto foi muito bom. Quem não assistiu ainda, assista aí na sua cidade que vale a pena! Bjoss


segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Achei tão bonito esse texto abaixo; isso porque é o que acredito também... Por isso, vou coninuar orando para que o homem da minha vida chegue logo... Espero que esteja perto... Rsrsrs.

Encontros são promovidos por Deus


Um expressivo número de pessoas espera ardentemente encontrar um amor. A busca, muitas vezes, se torna o mais importante objetivo de toda uma vida. A procura por um amor que corresponda a todas as fantasias românticas, que, aliás, não são poucas ou modestas, pode se tornar uma desesperada obsessão.
É possível questionar: será saudável tamanho investimento de energia mental e espiritual? Um grande contingente extrapola nesse terreno das relações humanas e avança de forma atabalhoada rumo a desastres afetivos, existenciais, cotidianos. Concentrando-se nessa idéia fixa, um grande número de pessoas atua dia e noite em função desse encontro, investindo na sua imagem física: indo a salões de beleza, comprando as melhores roupas, gastando o orçamento com sapatos, e, se possível, um carro do ano ou uma corrente de ouro da joalheria da moda.
Assim muitos se comportam. Fazem de tudo para encontrar, procuram ansiosamente, arrumam-se, produzem-se, passam noites insones, navegam horas pelos bate-papos internéticos, chegam a se cobrar, sem perceber que - indiscutível esse detalhe - os encontros são de Deus.
Deus determina todos os encontros. Ele junta as pessoas na hora certa e as afasta, quando já cumpriram o que vieram fazer juntos, nesse especial momento de sua evolução. Assim, os nossos encontros dependem do nosso merecimento e das lições que partem da Sabedoria Universal, as quais devemos aprender no nosso dia-a-dia.
Propicie seu grande encontro amoroso: ore a Deus e Lhe peça que envie para seu caminho a pessoa adequada a sua felicidade. Não adianta enfeitar-se e se cercar de objetos elegantes. O melhor é orar. Orando você enfeita sua alma, que é a parte a ser reconhecida por aquela pessoa que está em seu destino. Esteja certo de que Ele ouvirá seu pedido.


Marina Gold
Fonte: Site Terra

A vez dos homens...

Li isso em um site e achei legal o fato de que não só as mulheres ficam desesperadas para saber como conquistar um homem, mas eles mesmos também estão em situação semelhante... Eu, particularmente, acho o máximo um homem que saiba conquistar e adoro ser conquistada... Bom, tudo isso é reflexo do avanço exagerado das mulheres; não estou querendo dizer que sou anti-feminismo, pelo contrário, sou a favor de alguns progressos, mas acho que tudo tem que ter uma ponderação, é por essas e outras causas que as pessoas hoje estão cada vez mais sós e infelizes... É a sociedade do individualismo. A pergunta que fica é: será que essas estratégias realmente funcionam? Na hora, será que alguém lembra dessas dicas? Eu acho difícil...

O corpo fala



Saiba como interpretar as atitudes dela e o clima da balada. Use isso a seu favor. Abordar uma mulher é fácil quando você conhece os movimentos certos, tanto os seus quanto os dela. Veja como usar essa linguagem corporal e dê o tiro certeiro.




1. Olho no olho
Nem sempre um olhar rápido é um convite. Ela pode estar à procura de amigos ou, pior, do namorado sarado. "Se você olhar para uma pessoa por mais de cinco segundos, ocorre alguma reação entre vocês", avisa Rubens Kignel, terapeuta e autor do livro O Corpo no Limite da Comunicação (Editora Summus, 138 págs.). A mulher atrevida lança olhar insinuante. A reservada olha de relance e vira a cabeça para o lado.

2. Escolha a postura
Depois da aproximação, use uma linguagem corporal parecida com a dela. Não copie movimentos. Só ajuste o tom físico. "Procurar uma semelhança de contato pode facilitar o diálogo", acredita Kignel. Evite posturas agressivas, como mão no quadril e pernas separadas, para não afastá-la.

3. Derrube a parede
Pare de agarrar a bebida como se fosse seu salva-vidas. Isso não funciona com as mulheres. Se não consegue deixar o copo em paz, segure-o do lado esquerdo mantendo a mão direita livre (e disponível para qualquer aproximação do corpo dela).

4. Prepare a mesa
Mesas de bar são como co-pilotos. As quadradas estipulam um limite que pode dar conforto à mulher de quem você se aproxima pela primeira vez. As redondas criam um clima mais íntimo. Quanto menor for a mesa, mais próximos vocês ficarão. Não seja invasivo nem ausente.

5. Pare de ouvir
Ela parece extasiada, mas está interessada? Atenção à cabeça dela. Como um cachorrinho, vai incliná-la, deixando o pescoço em uma posição vulnerável. Isso significa confiança. E lembre-se: um sorriso de verdade pode ser visto nos olhos e na maçã do rosto.

Fonte: Men’s Healyh.

domingo, 23 de novembro de 2008

Ensaio sobre a cegueira!

Ontem fui ao cinema e assisti a um filme que realmente queria muito ver - "Ensaio sobre a cegueira" ou "Blindness" (2008). O filme é baseado no livro homônino "Ensaio sobre a cegueira", do grande escritor português José Saramago. Eu simplesmente adorei! O filme é, ao mesmo tempo, brilhante em termos estéticos e, impactante pela temática. Tinha lido muitas coisas a respeito dessa adaptação fílmica, algumas bem contrárias e outras comedidas, mas nada melhor do que ter a sua própria percepção sobre algo. O filme apresenta uma sensibilidade grande e enquanto espectadora posso dizer que é bem reflexivo, especialmente no que se refere à solidadriedade e humanidade mesmo. Acredito que é, acima de tudo, uma crítica à sociedade individualista em que vivemos atualmente, assistimos ali retratos de fragilidade, egoísmo e solidariedade. As atuações são muito boas, também o elenco conta com um grande time: Julianne Moore, Mark Ruffalo, Danny Glover, Gael García Bernal e Alice Braga, entre outros. Esta é, sem dúvida, outra grande produção do competente cineasta brasileiro Fernando Meirelles, diretor de outras obras como "Cidade de Deus", "O jardineiro Fiel" e "Domésticas", produções aplaudidas pela crítica e que mostraram as suas inovações estéticas no cinema atual. Para mim, este é um filme que vale a pena assitir! Agora só me resta ler o livro de Saramago, que deve ser ainda mais enriquecedor, pois um filme, por mais brilhante que seja, não consegue abarcar toda a significação que têm um livro, até porque segue uma linha mais objetiva devido a limitações como o tempo, por exemplo. Quem assistiu, comente o que achou e, quem não assistiu, assista que vale a pena! Bjosss


Fernando Meirelles

domingo, 16 de novembro de 2008

O poetinha...

Soneto da Fidelidade


"De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa (me) dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure".



Vinicius de Morais

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

É fantástico e inevitável!

Hoje, como não podia deixar de ser, cá estou pensando sobre a vitória de Barack Obama... Barack Hussein Obama II (Honolulu, 04 de agosto de 1961) é o novo presidente americano, candidato que provocou uma verdadeira febre nos EUA e no mundo afora.

Ele foi acima de tudo um candidato carismático e bem assessorado, que fez campanhas bem-sucedidas pela internet e em campo; mesmo sendo negro, não se utilizou disso como forma de campanha pela igualdade dos negros, mas deixou que os outros agregassem essa significação à sua imagem. Filho de uma branca com um negro africano, Obama também teve, mais tarde, um padrasto indonésio; assim, é considerado um unificador.

As apostas de que este governo seja bem sucedido são enormes e tomara que ele corresponda a essas expectativas, especialmente numa tentativa de não cometer tantos erros quanto o governo anterior.


Bom, fiz toda essa explanação porque acho que é importante saber as notícias do mundo, especialmente de uma nação que interfere tanto nas relações político-econômico-sociais mundiais como é os Estados Unidos; porém, queria mesmo é refletir sobre a cobertura dada às eleições americanas.

Aqui no Brasil, acompanhamos ao longo de 2 anos, uma avalanche de notícias acerca das eleições americanas, fomos bombardeados pela imprensa nacional com uma fineza de detalhes que, acredito, foi superior às nossas eleições. Assim, fico pensando sobre como há uma supervalorização de tudo o que se refere aos EUA... As notícias nacionais foram deixadas praticamente de lado e os melhores jornalistas do país foram designados para acompanhar de perto a cobertura, especialmente nos últimos momentos antes da vitória de Obama. O que mais me intriga é que há uma infinidade de assuntos que deveriam ser tratados... Por que não falar dos nossos políticos eleitos que estão com processos na justiça elitoral? Ou mesmo das inúmeras problemáticas do cotidiano do povo? É incrível, mas somos latino-americanos e realmente parece que não nos sentimos enquanto tal... Sabemos mais fatos e até mesmo aspectos culturais dos EUA e Europa do que dos nossos vizinhos da América Latina, acho estranho isso. Creio que temos que mudar e, espero que um dia a imprensa também mude e pare de transformar tudo em espetáculo... Que "A sociedade do Espetáculo"* ou sociedade do consumo se transforme numa perspectiva melhor!

*Título do livro de Guy Debord, que trata sobre os sistemas sociais de sua época, o capitalismo e o socialismo, que segundo ele, são sustentados pela ideologia.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Hoje...

... Hoje deixo-os com as palavras da grande Clarice, elas expressam o que meu coração sente...







"... Faz de conta que ela nao estava chorando por dentro - pois agora mansamente, embora de olhos secos, o coração estava molhado; ela saíra agora da voracidade de viver".

Clarice Lispector

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Seja como Pipoca!

Oie, hoje achei que não fosse conseguir postar nada... O dia foi corrido e amanhã será mais ainda... Acho que não falei, mas faço mestrado, então é muita coisa para estudar... tenho 3 artigos para fazer e ainda tem os textos das aulas para ler; por isso, se sumir por uns dias, é que a coisa apertou! Bom, encontrei esse texto na net e achei realmente inspirador! Por isso, quero ser uma pipoca! Aliás estou no fogo, está bem sendo difícil, mas sei que, assim como a pipoca, terei o meu BUM e serei melhor, é isso o que quero! Mas espero também que quando encontrar um outro alguém, que ele já seja uma pipoca... rsrsrs. Essa metáfora da pipoca vocês entenderão no texto abaixo. Espero que gostem e que este texto seja inspirador para todos!






“Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho de pipoca para sempre. Assim acontece com a gente: as grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito a vida inteira. Milhos de pipoca que não estouram são pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosas. Mas elas não percebem, e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. De repente vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação nunca imaginada: a dor. Pode ser fogo de fora - perder um amor, um filho, o pai, a mãe, ficar sem emprego ou tornar-se pobre. Pode ser fogo de dentro - pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimentos cujas causas ignoramos. Sempre há o recurso de apagar o fogo. Sem fogo, o sofrimento vai diminuir, mas diminuirá também a possibilidade da grande transformação. Imagino que a pipoca, fechadinha dentro da panela, cada vez mais e mais quente, pensa que sua hora chegou: ‘vou morrer!’ Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não consegue imaginar um destino diferente para si. Não imagina a transformação para a qual está sendo preparada. A pipoca não sabe do que é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo, a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como outra coisa completamente diferente. Algo que ela nunca havia sonhado ser. Bom, mas ainda temos o ‘piruá’ - aquele milho de pipoca que se recusa a estourar. É como aquela pessoa que insiste em não mudar. Ela acha que não pode existir nada mais maravilhoso que sua própria maneira de ser. A presunção e o medo são as duras cascas do milho que não estoura. No entanto, o destino dele é triste: será duro pela vida inteira! Deus é o fogo que amacia nosso coração e tira dele o que há de melhor. Acredite: para extrairmos o melhor de dentro de nós, temos de, assim como a pipoca, passar pelas provas da vida. Talvez hoje você não entenda o motivo de estar passando por algo. Mas, quanto mais quente o fogo, mais rápido a pipoca vai estourar.”

Autor: Luiz Antonio Gasparetto

Lembrem-se: "MILHO DE PIPOCA QUE NÃO PASSA PELO FOGO CONTINUA A SER MILHO PARA SEMPRE..."

Bjossss

domingo, 2 de novembro de 2008

Dicas... Talvez inúteis para mulheres!

Bom, achei interessante e bem-humorado este site, além das dicas e rebatidas. Realmente, a vida não tem fórmulas e muito menos os relacionamentos e conquistas. Espero que gostem... Leiam e comentem!



Como atrair os homens!!!

O QUE DIZEM por aí: Alguns especialistas no assunto relacionamento homem e mulher dizem que o ideal é que você, mulher, ande sempre acompanhada de uma figura masculina. Pois acreditam que isso atraia a atenção de outros homens para sua pessoa.

O QUE A GENTE acha por aqui: Muito bem. Você chamou seu melhor amigo para sair com você. Se ele for hétero, provavelmente vai ficar dispersivo, olhando para todas as gostosas que passarem e também para que estiverem sentadas. Isso quer dizer que, aos olhos de qualquer pretendente isso vai ser um tanto quanto vergonhoso e você verá sua moral lá em baixo, no chinelo, no pé da mesa. Ou você acha que algum cara realmente interessante vai querer paquerar uma mulher que não consegue atrair a atenção nem para o homem que está com ela? Se liga!

O QUE DIZEM por aí: Outra dica encontrada aos montes é aquela que você deve estar sempre linda, maravilhosa, cheirosa, produzida, depilada e pronta para a trepada mais inesquecível da sua vida, com o homem da sua vida, que vai resolver todos os problemas da sua vida, quer vai passar com você o resto da sua vida e proporcionando para você a vida que você sempre sonhou. Wake up!!!

O QUE A GENTE acha por aqui: Como assim sempre linda? E quem é sempre linda? Por que diabos você deve andar sempre pronta para ser caçada? Não. Isso não é assim não. Você pode perfeitamente encontrar o amor toda borrada de maquiagem, numa tarde de chuva, com sua chapinha japonesa encharcada, com a boca roxa e cheia, lotada, molhada de charme. Você tem que se produzir se você estiver a fim e pra você, no máximo para dar inveja em outras mulheres. Porque no fim são as que mais reparam nessas coisa. Quer uma prova? Pergunte para um bom e delicioso bofe de seu círculo social se ele lembra da roupa que sua amada estava usando na noite passada. Não lembra, filha. Não lembra. Se liga!

O QUE DIZEM por aí: Dizem que você deve lançar mãos de todos os artifícios, de calcinha com bunda a maquiagem definitiva, passando pelo sutiã com bojo e um bom bronzeamento artificial. Tá boa?

O QUE A GENTE acha por aqui: Não tem nada mais broxante do que uma mulher fantasiada de outra mulher. Você não tem que estar toda maquiada para um homem querer beijar você. Não tem que ter a bunda mais gostosa do recinto para um cara querer comer sua bunda e não precisa ter peitos imensos e perfeitos para que um homem queira casar-se com eles. Ao contrário do que reza a lenda, os homens estão de saco cheio desse bando de coisas. Tá rolando o maior tesão deles por Jumas Marruás, Gabrielas Cravos e Canelas e essas outras beldades selvagens que acordam naturalmente lindas em toda sua naturalidade e esplendor. Touche!

O QUE DIZEM por aí: Que você deve olhar com ar de mistério para sua presa, que você deve tentar ler os pensamentos dele e seduzi-lo profundamente sem ser vulgar. Ainda dizem que um bom tom de voz e as palavras certas são capazes de levar um homem a loucura e quem sabe até, ao altar. Sem contar a forma de andar... rebolando sem rebolar. Tudo bem fácil. Ou seja, eles sugerem que você seja um sedutora, ousada mas discreta. Que descubra o que ele pensa e manipule a aproximação com reboladas suaves e intensas. Que ao conversar com ele adivinhe o que ele quer ouvir e que faça um tom de voz sexy, familiar mas nem tanto e muito, mas muito suave. Se liga!

O QUE A GENTE acha por aqui: Que isso não existe. Não tem que ser isso, ou aquilo. Só você sabe como deve olhar para o homem que a interessa. Igualmente ridículo é achar que a sedução é feita de uma via só e que você vai ter 100% de controle durante o ritual pré acasalamento. Ninguém conta que sua adrenalina vai subir horrores? Que seu coração vai bater mais forte? Que seu sutiã possa arrebentar? Que seu dia tenha sido estafante e que você deseje simplesmente levantar uma sobrancelha? E se sua voz sumir? E se ele for surdo? E se sua voz desafinar? Isso quer dizer que você não tem mais chances? Please. João Gilberto canta e já casou. Tem até filhos que cantam.

POR ISSO PENSE BEM: Já imaginou o que pode acontecer, se no estabelecimento onde se deu o encontro entre você e seu possível par, existir mais uma leitora da revista que você também leu e decorou as dicas? Pense. Tempo. TIC! TAC! TIC! TAC! Resposta: mais trezentas fazendo tudo igual.

sábado, 1 de novembro de 2008

Canções que me inspiram - Algum dia - Capital Inicial

video
"Algum dia" - Capital Inicial

O começo



Esses são meus olhos... Confesso que agora estão um tanto quanto tristes... Enfim, nada é mto fácil, as coisas não acontecem como agente quer ou planeja, tudo funciona mais ou menos assim como diz a música:

"Nem tudo é como você quer,
Nem tudo pode ser perfeito... "

Apesar de td ainda acredito que coisas boas virão!

Doces beijos...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...