Imagem

Imagem

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Ê vida, não te entendo...


E não é que estou recebendo a ajuda do ex, alguém que eu nem queria perto de novo, por já ter sofrido muito, mas que agora, parece ser a minha única chance.
Ele, continua igual, exceto na aparência, pois está mais gordo e com a barba que adoro. Enfim, que Deus me proteja, não quero cometer esse erro de novo (seria a 3ª vez). Chega de chorar por quem não quer o mesmo que eu.
Apesar de tudo, sinto que ele não é o que tenta aparentar, mas até ele se mostrar como realmente é, ainda tem um caminho longo...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Hoje 1º dia de trabalho



Hoje 1º dia de trabalho do concurso, tantas reflexões, tantas coisas para contar, mas falta-me ânimo... Basta dizer que, preciso passar, urgentemente, em outro concurso! :-/

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Hora da mudança

Foto de Jil Norberto para o site 1000imagens.com

E a hora da mudança chegou... Sabia que seria em breve, mas não que fosse tão breve e inesperada! O concurso ainda não me convocou, mas aceitei um trabalho numa escola, que, provavelmente, será a que trabalharei mesmo, após convocação. Assim, me mudarei de cidade amanhã e começo o trabalho na segunda.
Estou ansiosa e com muito medo, mas sei que preciso superar e pensar positivo. Com fé em Deus, tudo correrá da melhor maneira! Com certeza, se não fosse Ele, isso não estaria acontecendo. Penso sempre assim... Que tudo acontece por motivo/razões muito maiores do que imaginamos e, se assim é, é por vontade divina. Espero ter felicidades nisso tudo. Me desejem sorte!
Se der uma sumidinha daqui, é devido aos contratempos. Inicialmente, morarei com uma amiga e sua família, por isso, não sei como será... Além disso, tem as obrigações do trabalho. De qualquer modo, como já antecipei anteriormente, neste post, continuarei estudando para outros concursos, que tenham atividades mais próximas do que quero realmente exercer... Até mais!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Canções que me inspiram - Caçador de mim - Milton Nascimento


Caçador de Mim
Composição: Luís Carlos Sá e Sérgio Magrão
Intérprete: Milton Nascimento


Por tanto amor
Por tanta emoção
A vida me fez assim
Doce ou atroz
Manso ou feroz
Eu caçador de mim
Preso a canções
Entregue a paixões
Que nunca tiveram fim
Vou me encontrar
Longe do meu lugar
Eu, caçador de mim
Nada a temer senão o correr da luta
Nada a fazer senão esquecer o medo
Abrir o peito a força, numa procura
Fugir às armadilhas da mata escura
Longe se vai
Sonhando demais
Mas onde se chega assim
Vou descobrir
O que me faz sentir
Eu, caçador de mim

Esperar traz Incômodo?

Por Maria Cristina Tanajura


Salvador Dalí
Num mundo onde todos nós vivemos numa correria louca, buscando fazer tudo o que precisamos num espaço de tempo que parece encolher cada dia mais, está ficando muito difícil ESPERAR.
Quando precisamos fazer isto no trânsito nos estressamos, nas filas, também. Passamos o dia aborrecidos, porque temos que aprender a esperar, quando isto parece ser exatamente o que não deveríamos estar fazendo.

Hoje, pensando, veio-me à mente que esperar tem tudo a ver com ter esperança! As palavras até se parecem e, na verdade, o Universo tem o seu ritmo e sabe obedecer a ele, sem revoltas. O Sol espera o momento de renascer no nosso lado do planeta, as marés têm sempre obedecido ao tempo de fluxo e refluxo, as flores não decidem o momento de desabrochar, mas fluem com a Vida. E nós, por que vivemos tão fora do equilíbrio do cosmos, buscando ter várias experiências ao mesmo tempo, fazendo com as mãos uma coisa, com a mente outra, sem ritmo e sem estarmos realmente presentes em tudo o que criamos ou dizemos sentir?

O Amor Eterno nos espera sempre! E nos dá a oportunidade de aprender sempre, através das várias encarnações. Nossa é a decisão do que focar, nesta nossa curta existência, seja ela de muitos ou poucos anos - coisa que também não determinamos.
Mantendo esta linha de pensamento, percebi que precisamos manter viva a esperança com relação a qualquer coisa que queiramos um dia alcançar. Não importa o número de anos que gastemos na busca, na realização, pois um dia chegaremos... Mas precisamos saber esperar sem desânimo, com o otimismo daqueles que sabem que conseguiremos tudo o que verdadeiramente quisermos e for bom para o Todo.
Se vivermos sempre o momento de agora, a espera não nos parecerá traumática, pois naquela fração de instante sentiremos que somos algo muito profundo e valioso, que não precisa das realizações que nos afligem tanto para sermos importantes. Somos e, por sermos, temos um valor eterno e infinito!

Não importa se hoje não conquistei o que tanto tenho sonhado. O fato de desejá-lo tanto já é uma prova de que já é meu, fora do tempo e do espaço. Assim, posso esperar com paciência que se materialize.
De agora em agora, vou andando, procurando estar consciente do que faço e do que me acontece, de tudo que sinto, do ambiente em torno, das coincidências e das negativas da Vida. Tudo obedece a uma ordem muito maior do que minha mente pode controlar ou perceber.

Se já compreendo que o tempo não existe, ou melhor, que o passado e o futuro nada são, se consigo viver no agora, não me frustro, pois nesta fração de segundo, em que estou realmente presente, tudo é fantástico e completo!
Na verdade, só me sinto "esperando" algo, porque me transporto para um futuro que não existe e que nunca irá existir... Mas Eu Estou aqui, neste momento e isto sou eu; importa. Não preciso do que virá, pois já sou. Posso relaxar como faz o Sol, como as flores fazem, pois estou caminhando, sou andarilho no tempo, indo cada vez mais profundamente para um local de paz, que está em mim, agora!

Mantendo viva a esperança! Não importa quando, chegarei, chegaremos todos. Uns mais rapidamente, outros mais vagarosamente, uns caindo e levantando, outros eretos a maior parte do tempo, não faz tanta diferença. Precisamos da consciência do Agora e só assim deixaremos de esperar, pois já estaremos lá.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Canções que me inspiram - Ilusión/Ilusão - Marisa Monte e Julieta Venegas


Ilusión / Ilusão
Julieta Venegas e Marisa Monte

Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi
Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella
No supe que hacer
Y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
É a ilusão de que volte
O que me faça feliz
Faça viver
Por ella no supe que hacer
Y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque no me dejo
Tratar de hacerla feliz
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Como saber quando alguém não está tão a fim de você?

Por Rosana Braga


Bem, de verdade mesmo, quando o intuito é saber o que uma pessoa está sentindo, o modo mais seguro e simples seria o óbvio ululante: perguntando para ela! Entretanto, considerando que nem todos conseguem ser tão diretos e sinceros – seja para perguntar ou para responder – especialmente quando o assunto é sentimento ou desejo, esta pode não ser a forma mais eficiente. Sim, é difícil ser óbvio, na maioria das vezes. E talvez seja por isso que os relacionamentos nos desafiem tanto!

Portanto, se você não pretende perguntar, ou ainda, se já perguntou, mas a resposta obtida não te convenceu, sugiro que lance mão de duas ferramentas próprias também bastante eficientes: a observação e a intuição.

A observação servirá para você diferenciar as atitudes de quem está a fim e de quem não está, seja de você ou de qualquer outra pessoa. E a intuição servirá para você se dar conta do que acontece ao seu redor e que nem sempre é tão evidente. A intuição é uma espécie de linguagem do coração: nos dá respostas que as palavras, muitas vezes, não conseguem.

Entretanto, penso que mais fácil do que identificar as ações de alguém que não está a fim de você, seja constatar as ações de quem está a fim. Lembre-se de que gostar de alguém não tem a ver somente com palavras, mas principalmente com atitudes. Afinal, não basta sentir, é preciso agir de modo coerente com tais sentimentos. Então, fique de olho nessas dicas de como se comporta alguém que está a fim de você:

- Quem está a fim, demonstra interesse, quer saber da sua vida, do seu dia, dos seus planos e desejos.
- Quem está a fim, quer te ver, quer marcar um café, um cinema, uma balada ou um simples esbarrão onde seus caminhos se cruzam...
- Quem está a fim, liga, manda mensagem, torpedo, carta, sinal de fumaça, qualquer coisa... mas não desaparece!
- Quem está a fim, cumpre o que promete. E quando não pode cumprir, se justifica, se explica, pede desculpas.
- Quem está a fim, não vive inventando desculpas duvidosas ou esfarrapadas para os recorrentes sumiços ou furos.
- Quem está a fim, sente saudades, reclama sua ausência, esforça-se para viabilizar um encontro, nem que tenha de fazer parecer mera coincidência.
- Quem está a fim, dá um jeito de descobrir do que você gosta, porque o que mais quer é te agradar, surpreender, conquistar, seduzir...
- Quem está a fim, não vai embora só porque vocês discutiram, não desiste de você depois do primeiro obstáculo. Quem está a fim, persiste, insiste, tenta até o fim...


E por essas e outras, você já pode ter uma noção da diferença entre quem quer e quem não quer estar com você. Eu sei que quando a gente está a fim, quer dar mais uma chance, tentar conquistar, tentar mudar o panorama desfavorável. Ok! Não há nada de errado nisso! No entanto, fique atento para não extrapolar seu próprio limite.

Se o outro insiste em dizer ou demonstrar que não quer, que não é a melhor hora, o ideal mesmo, para não se machucar e detonar a sua autoestima, é amargar alguns dias de rejeição e, em seguida, partir pra outra. Bola pra frente. Não vale a pena ficar investindo toda sua energia numa pessoa que já deixou claro que não tem espaço para você na vida dela.

E tome bastante cuidado principalmente com aqueles que adoram levar o outro em banho-maria. Num dia, são românticos, carinhosos, queridos, apaixonados. No outro, desaparecem ou são grosseiros, frios e te tratam como se você fosse um intruso, insistente e chato. Fuja desse tipo de gente, porque são sinônimos de sofrimento intenso. São enlouquecedores! *

Muito pior do que um claro não, é um constante sim-não-sim-não-sim.... Isso, ninguém merece! É jogo sujo, golpe baixo, covardia...


*Realmente são, já passei por isso...

terça-feira, 5 de julho de 2011

Canções que me inspiram - Nada sei - Kid Abelha


Nada Sei

Kid Abelha

Composição : Paula Toller/George Israel
Nada sei dessa vida
Vivo sem saber
Nunca soube, nada saberei
Sigo sem saber...
Que lugar me pertence
Que eu possa abandonar
Que lugar me contém
Que possa me parar...
Sou errada, sou errante
Sempre na estrada
Sempre distante
Vou errando
Enquanto tempo me deixar
Errando
Enquanto o tempo me deixar...
Nada sei desse mar
Nado sem saber
De seus peixes, suas perdas
De seu não respirar...
Nesse mar, os segundos
Insistem em naufragar
Esse mar me seduz
Mas é só prá me afogar...
Sou errada, sou errante
Sempre na estrada
Sempre distante
Vou errando
Enquanto o tempo me deixar
Errando
Enquanto o tempo me deixar...
Sou errada, sou errante
Sempre na estrada
Sempre distante
Sou errada, sou errante
Sempre na estrada
Sempre distante
Vou errando
Enquanto o tempo
Me deixar passar
Errando
Enquanto o tempo me deixar...

Copa América - Canção Oficial - Diego Torres e Ivete Sangalo

A Copa América, até aqui, não teve grandes jogos, pelo contrário, só decepções. Entretanto, adorei o clipe da canção oficial - Creo en America, cantada por Diego Torres e Ivete Sangalo. Está a cara da América Latina, todos bem representados. Vejam aqui!

video

segunda-feira, 4 de julho de 2011

São eles ou elas que não querem namorar?

Por Rosana Braga





Elas reclamam deles. Eles reclamam delas. Homens e mulheres parecem insatisfeitos com o nível de disponibilidade um do outro no que se refere a assumir um compromisso. Mas o fato é que -no final das contas- mais do que atitudes que não agradam ou expectativas diferentes, o problema entre eles e elas tem sido um desastroso equívoco na comunicação, ou na compreensão das manifestações afetivas.

Está claro que homens e mulheres têm alimentado falsas versões sobre como deveriam se comportar para atraírem um ao outro. Pensam, inocentemente, que o ideal é mostrar algo do tipo "estou muito bem sozinho, obrigado!" ou "não preciso de você para ser feliz". A intenção é parecer auto-suficiente e independente, especialmente num primeiro momento. Compreensível, parece-me, já que o contrário realmente não seria eficiente: mostrar-se demasiadamente ansioso para se comprometer, como se toda a possibilidade de ser feliz estivesse justamente na chegada de outra pessoa.

No entanto, o ideal certamente passeia entre esses dois cenários. Ou seja, nem oito, nem oitenta. Os extremos só servem para estereotipar a questão - o que é uma grande cilada! Pessoas extremamente dependentes ou independentes terminam, por fim, muito mais repelindo do que atraindo o outro. A idéia é, sem dúvida, encontrar o equilíbrio. Eis o segredo do sucesso: interdependência! Algo como "estou bem sozinho, e espero que você também, mas talvez possamos nos sentir ainda melhores juntos!".

Desse modo, pergunto: você realmente acredita que existem homens ou mulheres desejando sinceramente viver sozinhos? Pois posso apostar que aquele ou aquela que continua insistindo que não quer namorar, é porque tem um dentre dois motivos! Ou está morrendo de medo de assumir seus sentimentos e reconhecer que adoraria experimentar a intimidade e o amor... Ou simplesmente ainda não encontrou a pessoa que fez seu coração acelerar e sua respiração mudar de ritmo!

Nenhum ser humano livre, espontâneo, saudável e de bem com a vida e consigo mesmo -seja homem ou mulher- se recusaria a viver um romance estando diante de alguém que mexe com seus hormônios e faz suas pupilas dilatarem. Portanto, eles e elas querem, sim, namorar. E quando insistem em demonstrar algo diferente disso, talvez estejam apenas precisando ajustar, reconhecer e revelar a verdadeira razão.

Claro que, enquanto a "pessoa certa" não chega, o melhor é aproveitar a solteirice, divertir-se, fazer amigos e sustentar a bandeira do "estou feliz sozinho". Afinal, concordo com o velho e bom ditado que manda "antes só do que mal acompanhado". Porém, quem está sempre com alguém porque não agüenta a si mesmo ou quem está sempre sozinho porque não sabe como compartilhar sua história com outra pessoa precisa se rever o quanto antes. E não restam dúvidas de que tanto homens quanto mulheres podem estar ocupando esses lugares. Não se trata de uma questão de gênero, mas sim que uma questão humana.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...